Tradução: Gestão da Cadeia de Suprimentos.

Supply Chain Management, o termo está sendo cada vez mais conhecido e adotado por empresas. Porém, ainda é muito confundido e relacionado diretamente com o termo “logística”.  Hoje iremos esclarecer o que é, e a importância nos dias atuais!

Entenda o Supply Chain Management

Viver em um mundo onde tudo necessita acontecer em um curto período de tempo, faz com que a adaptação e a evolução sejam necessárias, e o mercado precisa acompanhar para manter-se atualizado e de acordo com as exigências do público.

Supply Chain, se formos resumir, é um conjunto de processos que vão desde o fornecedor de matéria prima ao consumidor final, sendo uma rede entrelaçada de negócios, constituída por todas as etapas de produção, variando de acordo com a empresa, porte ou segmento.

O estudo deste tipo de gestão é relativamente recente, começando a pouco mais de 70 anos, comprovando a complexibilidade e demonstrando a crescente importância do tema para empresários.

Vale lembrar que outro item de extrema importância do Supply Chain Management é o desenvolvimento do fluxo de informações sobre os produtos, as matérias-primas, entre os fabricantes, distribuidores e etc.

Organize corretamente as etapas e facilite as tomadas de decisões, torne tudo mais ágil.

Por estarem localizados na base de todo o processo, os fornecedores serão a sustentação para a continuidade do procedimento. Eles terão a responsabilidade de atender as exigências, de acordo com o pedido, inclusive mudanças não programadas, ajustando-se à necessidade da empresa.

Possíveis dificuldades poderão ocorrer, mas há sempre a possibilidade de visionar e prevenir, com o detalhamento das operações da empresa e determiná-las de acordo com as especificações.

É de suma importância criar um plano de ação, com o objetivo de melhorar e desenvolver as atividades, como o design, execução, controle e monitoramento. Este cuidado irá beneficiar o consumidor com a redução do preço, já que o planejamento irá também reduzir custos.

Comunicação!!!
Este é o segredo para uma boa gestão de processos. É necessário todas as partes estarem envolvidas, para o alcance dos resultados esperados. Desde o fornecedor ao transportador, que levará o produto ao consumidor final.

Pontos cruciais que deverão ser executados para obter bons resultados e conclusões das etapas:

  1. Possuindo uma perspectiva mais clara do que deve ser feito, localize e selecione os fornecedores ideais, que contribuirão para que o seu produto tenha a qualidade e o valor desejado;
  2. Compre os insumos (não esqueça de analisar como deverão ser transportados e o seu prazo de entrega);
  3. Tenha todo o processo de desenvolvimento e fabricação de produtos descritos;
  4. Adquira o transporte adequado para cada tipo de processo. Lembre-se que existem diversos modais e você poderá economizar se escolher o adequado para o processo (exemplo: se a carga do seu produto é considerada leve, a entrega porta a porta poderá ser feita por motoboy’s ou até mesmo por carros de passeio ou por “fiorinos” – a Fast Via poderá lhe oferecer a melhor solução);
  5. Saiba gerenciar adequadamente o fluxo de materiais, isso estará envolvido com a comunicação adequada entre os setores, incluindo fornecedores, transportadoras e clientes;
  6. Inovação e tecnologia para otimização de processos e comunicação.

O gerenciamento da integração dos setores da empresa, é complexo e necessita atenção. Por essa razão, algumas empresas criam setores especializados para que as tomadas de decisões sejam mais assertivas e ágeis. A fluidez e desenvolvimento acabam tornando-se mais visíveis.

Estoque e Vendas:

O ideal é ter um estoque mais enxuto, com menor custo possível e acessível para movimentação de materiais e insumos. Focando em manter o custo benefício e conseguir assim ter o controle adequado dos resultados e lucros da empresa.

Mantenha sempre o equilíbrio do setor de compras com o volume de vendas atuais. Evite desperdiçar tempo e dinheiro, faça com que as informações sejam transpassadas, já que o setor de vendas é uma das principais fontes de informações que ajudam em decisões finais.

Quantifique o estoque de segurança ideal, não demanda custos altos à empresa, por não correr o risco de sobrarem produtos, estragarem ou tornarem-se obsoletos. Atente-se em manter o suficiente para atender as demandas.

Tecnologia:

Para que grandes operações sejam possíveis, é necessário que o fluxo mantenha-se em constante organização. Essencial para a gestão da cadeia de suprimentos, a tecnologia da informação deverá estar presente em todos os locais (administrativo, armazenagem, transporte, etc.)

Grande aliada da integração de equipes, todas essas fases só serão bem executadas e adequadamente geridas se as equipes atuarem com foco e uniformes.

A dinamização e otimização da gestão serão possíveis a partir da criação de processos, principalmente tecnológicos. Resultados serão percebidos na vantagem competitiva em relação às outras empresas do mesmo segmento e no preço final que será repassado aos consumidores.

Terceirização:

Estude e pesquise! Essas são as palavras-chave, quando falamos sobre terceirização. Para escolher corretamente, é necessário saber o que a sua empresa precisa e o que o terceirizado poderá te oferecer, se os ideais e objetivos serão compatíveis.

A Fast Via por sua vez, trabalha de acordo com a necessidade do cliente, oferecendo mais do que um serviço de entregas e sim uma parceria para aumentar a satisfação, a segurança e o seu conforto.

Claro que esta escolha será influenciada e concretizada, se os benefícios econômicos e qualitativos valerem a pena. A implantação dos novos processos será feita de comum acordo, para que ambas empresas saiam satisfeitas e consigam cumprir seus devidos papéis.

O tempo que é gasto com operações como essas, pode ser economizado, pelo fato de poder sempre contar com uma equipe capacitada e experiente.

Quer saber mais??

Clique no campo de contato e obtenha mais informações.